Última hora

Última hora

Letónia: Mais de 40 mortos no supermercado Maxima

Em leitura:

Letónia: Mais de 40 mortos no supermercado Maxima

Tamanho do texto Aa Aa

São já 43 os corpos retirados sem vida dos escombros do supermercado Maxima, nos arredores de Riga, na Letónia.

As equipas de socorro prosseguem as buscas e o balanço das vítimas tende a aumentar. Estima-se que existam ainda 25 pessoas debaixo dos detritos.

As causas exatas do colapso do teto do supermercado ainda não são conhecidas. Sabe-se apenas que estava a ser construído um jardim no telhado.

O primeiro-ministro letão; Valdis Dombrovskis, visitou o local do acidente e declarou: “Está claro que é necessário tomar medidas para que tragédias como esta não voltem a acontecer. Medidas de controlo mais severas serão tomadas especialmente em construções como estas e em terrenos que estão em construção neste momento, ou em projetos que estejam planeados para breve”.

O ministro do Interior tinha reconhecido numa entrevista que terá havido problemas ao nível da construção.

O imóvel, de 500 metros quadrados de superfície, tinha recebido um prémio de arquitetura aquando da inauguração, em 2011.

O grupo retalhista dono do supermercado divulgou um comunicado em que se mostra chocado com o acidente. Diz desconhecer as causas do colapso do teto do supermercado de coloca-se à disposição das autoridades para todas as averiguações.

O teto desabou ao final do dia quando centenas de clientes se encontravam no interior do supermercado, situado em Zolitude, um bairro dormitório dos arredores de Riga.