Última hora

Última hora

Microsoft lança Xbox One

Em leitura:

Microsoft lança Xbox One

Tamanho do texto Aa Aa

Em Londres houve contagem decrescente para o início da comercialização da nova Xbox One.

O primeiro comprador da nova consola de jogos da Microsoft estava em êxtase.

A marca norte-americana quer bater o recorde de vendas da Sony que, só nos Estados Unidos, vendeu mais de um milhão de unidades da nova Play Station 4 no dia em que foi posta à venda.

“Estou completamente de rastos, mas valeu a pena. Levantei-me às quatro da manhã para garantir que não falhava e ainda não parei. Dentro em breve fará 24 horas que estou a pé”, disse Charlie Pulbrook, o primeiro comprador.

“Tenho quatro filhos e um marido que é obcecado por engenhocas. Se não tivesse cá vindo a minha vida não valia nada”, afirmou Alison Brazendale.

Leicester Square encheu-se de “zombies” e outros personagens típicos dos videojogos numa gigantesca operação comercial. A venda da Xbox One começou às 00:00 horas de sexta-feira.

A Play Station 4 e a Xbox One têm um denominador comum – a excelente qualidade de reprodução dos gráficos, o que permite ao utilizador uma maior imersão nos jogos.

“Desejamos à Sony os melhores votos para o seu lançamento. Creio que a forte competitividade é boa para a indústria. À medida que lutamos por ganhar dólares, euros e libras, a fasquia da qualidade vai subindo e no fim quem ganha com isso é o consumidor”, referiu Chris Lewis, um dos responsáveis da Xbox para a Europa.

A Xbox One custa 599 dólares, mais 100
dólares que a rival Play Station 4. Como que a justificar a diferença de preço, a consola da Microsoft apresenta mais algumas funções como por exemplo passar instantaneamente do jogo à Internet ou à televisão e tem incorporadas as aplicações Skype e Kinect.