Última hora

Última hora

Letónia: presidente classifica colapso de teto de supermercado como "assassinato"

Em leitura:

Letónia: presidente classifica colapso de teto de supermercado como "assassinato"

Tamanho do texto Aa Aa

Um “assassinato”: é desta forma que o presidente da Letónia classifica o colapso do teto de um supermercado da capital, Riga, que fez 54 mortos, segundo o último balanço.

As operações de busca entre os escombros foram interrompidas este sábado, depois de ter ruído uma terceira porção do telhado do edifício, sem no entanto fazer vítimas. Os trabalhos serão retomados este domingo. Treze pessoas continuam dadas como desaparecidas.

Numa entrevista à televisão pública LTV, o presidente Andris Berzins afirmou que este incidente “deve ser considerado como um assassinato de um grande número de pessoas indefesas e requer uma reação apropriada”. Para o chefe de Estado, o inquérito deve ser conduzido “em velocidade máxima” e as autoridades letãs devem fazer apelo a “peritos internacionais”.

Os investigadores tentam apurar como é que foi possível o colapso do teto de um supermercado inaugurado em 2011. Há 3 hipóteses em estudo: um problema de conceção, o desrespeito de normas de construção ou a instalação de um novo jardim no telhado.