Última hora

Última hora

Moldávia: Partido Comunista contra integração na UE

Em leitura:

Moldávia: Partido Comunista contra integração na UE

Tamanho do texto Aa Aa

Uma manifestação convocada pelo Partido Comunista da Moldávia reuniu este sábado milhares de cidadãos no centro da capital, Chisinau, que protestaram contra a integração na União Europeia e exigiram a demissão do governo e eleições antecipadas para o parlamento.

Vladimir Voronin, líder do partido e ex-presidente da República foi claro:

“O governo mente descaradamente ao povo deste país. Não perguntam a ninguém, ignoram o Parlamento e a opinião pública, e preparam-se apara assinar um documento secreto na cimeira de Vílnius”.

Voronin acrescentou ainda que a Rússia a Bielorrússia e o Cazaquistão podem vender à Moldávia energia mais barata.

Moscovo já reagiu ao possível acordo de Chisinau com a União Europeia afirmando que tal pode comprometer o fornecimento de gás à Moldávia e já interditou o vinho moldavo alegando problemas de qualidade.