Última hora

Última hora

Síria: conferência de paz marcada para janeiro

Em leitura:

Síria: conferência de paz marcada para janeiro

Tamanho do texto Aa Aa

Dentro de dois meses, e pela primeira vez desde o início do conflito sírio, representantes do governo e da oposição vão sentar-se à mesa das negociações. O encontro agendado para 22 de janeiro em Genebra visa encontrar uma solução política para uma guerra que já provocou mais de 100 mil mortos.

“É uma grande oportunidade para chegar à paz que não deve ser desperdiçada. Apelamos ao governo e à oposição síria para que ponham em prática medidas que permitam restabelecer a confiança, a começar pela diminuição da violência e pela libertação de prisioneiros”, refere Lakhdar Brahimi, enviado especial da ONU para a Síria.

A ideia é avançar com um governo de transição, tal como exige a Coligação Nacional Síria, na oposição. Uma hipótese, até agora, rejeitada por Bashar al-Assad.

“A única forma de acabar com a violência e com o sofrimento é através de um processo político conduzido pelos sírios. Seria imperdoável perder esta oportunidade de acabar com o sofrimento e a destruição causados pelo conflito”, afirma Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU.

A contestação ao regime de Bashar al-Assad começou em março de 2011. As manifestações deram lugar à repressão e, mais tarde, a um conflito armado que provocou cerca de nove milhões de refugiados.