Última hora

Última hora

Tailândia: Manifestantes ocupam dois ministérios

Em leitura:

Tailândia: Manifestantes ocupam dois ministérios

Tamanho do texto Aa Aa

Em Banguecoque, manifestantes exigindo a demissão da primeira-ministra tailandesa, Yingluck Shinawatra, invadiram dois ministérios e ameaçam ocupar outros edifícios governamentais, no mais importante movimento de protesto desde a crise de 2010.

Quando entrou no ministério das Finanças, um dos líderes do Partido Democrata, principal força da oposição, disse que esta “é a última etapa da desobediência civil”.

Yingluck Shinawatra é irmã do antigo primeiro-ministro no exílio, Thaksin Shinawatra, que, no entanto, permanece no centro da política do reino.

Os manifestantes penetraram também no edifício do ministério dos Negócios Estrangeiros, que aparentemente não estava vigiado pelas forças da ordem.

Segundo um porta-voz do ministério, após derrubarem o portão pediram aos funcionários para abandonarem o local e não regressarem terça-feira.

Ao som da palavra de ordem “Fora Thaksin, o exército está connosco”, alguns participantes apelaram a uma intervenção militar num país que já registou 18 golpes de Estado, ou tentativas de golpe, desde o estabelecimento da monarquia constitucional em 1932.