Última hora

Última hora

UE reafirma que as "portas permanecem abertas" para a Ucrânia

Em leitura:

UE reafirma que as "portas permanecem abertas" para a Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia (UE) não vai desistir da Ucrânia e pede ao governo de Kiev que escute os cidadãos que se manifestam na rua em favor do acordo de associação.

A mensagem foi enviada, esta segunda-feira, numa carta conjunta dos presidentes da Comissão Europeia e do Conselho Europeu, a três dias da cimeira de Vilnius.

Uma porta-voz da Comissão Europeia, Maja Kocijancic, reafirmou que “as portas permanecem abertas, acreditamos que o futuro da Ucrânia passa por uma forte relação com a UE. A UE está pronta a retomar este acordo, logo que a Ucrânia o deseje.”

Bruxelas voltou a criticar a Rússia pela pressão que fez sobre o regime de Kiev para suspender as negociações.

A cimeira de Vilnius (Lituânia) visa aprofundar a relação com seis ex-repúblicas soviéticas, mas a Ucrânia é considerada o “peso-pesado” em termos de potencial económico e é um vizinho importante de quatro estados-membros da UE.