Última hora

Última hora

Várias versões do espírito natalício

Em leitura:

Várias versões do espírito natalício

Tamanho do texto Aa Aa

Teatro interativo, canções de amor e exibicionismo masculino. São três versões do espírito natalício em 2013.

Começemos pelas artes do palco:

A um mês do Natal, quem passa por Covent Garden em Londres, pode participar numa peça de teatro interativa.
A companhia britânica “Look Left Look Right” encena na rua uma versão moderna de Cinderela.

“Um espetáculo ao vivo num local público com atores vestidos com trajes de pantomima fabulosos é um grande desafio mas penso que lado teatral ganha mais força. Muita gente não conhece o espetáculo e envolve-se com a performance dos atores”, disse Mimi Poskitt, diretora artística do grupo.

O espetáculo segue a filosofia do teatro de imersão. Os espetadores são convidados a participar na peça.

“Incarno o papel de Griselda, uma das irmãs feias. Falo com o público sobre a minha relação com a madrasta má. Depois vamos beber chá, é um espetáculo muito interactivo”, contou Euan Forsyth.

“O teatro de imersão explodiu nos últimos dez a quinze anos e agrada ao público. As pessoas querem algo mais cru, mais vivo, procuram uma experiência que possa ser partilhada em vez de ficarem sentados a olhar para o palco. É uma peça mais pessoal”, acrescentou o ator.

O público pode ver e participar na peça até 15 de Dezembro em Covent Garden, na capital britânica.

“A Mary Christmas” é o décimo primeiro álbum de estúdio da cantora de R&B norte-americana Mary J. Blige.

O disco inclui várias interpretações de clássicos natalícios.

“Ao ouvirem A Mary Christmas, queria que as pessoas enchessem as suas vidas de amor e alegria, que se lembrassem da infância caso tenham boas recordações de Natal e fazê-las sentir-se bem, para espalharem o amor, a paz, a alegria e a compreensão pelo mundo, foi essa a minha intenção”, disse a cantora.

Num espírito natalício completamente diferente, uma cadeia de lojas norte-americanas causou controvérsia com uma publicidade a roupa interior masculina.

O vídeo foi visto mais de 12 milhões de vezes na Internet.

A associação conservadora norte-americana “Um milhão de mães” lançou uma campanha para proibir a publicidade nas televisões.