Última hora

Última hora

Acordo EU-Ucrânia: Estudantes juntam-se aos protestos da oposição pró-europeia

Em leitura:

Acordo EU-Ucrânia: Estudantes juntam-se aos protestos da oposição pró-europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Várias centenas de estudantes faltaram às aulas para se manifestarem no centro de Kiev e se juntarem à contestação pró-europeia da oposição ucraniana. Os estudantes convocaram uma greve nacional e há quem afirme que os protestos vão continuar até à sexta-feira, o dia em que na cimeira europeia em Vílnius devia ser assinado um acordo de associação do país com a União Europeia, posto de parte pelo governo ucraniano.

“Nós exigimos que o presidente assine o acordo de associação com a União Europeia, porque acreditamos que é um assunto muito importante para os estudantes. Somos nós que vamos viver neste país no futuro. Nós queremos viver um Estado europeu e não numa espécie de União Soviética”, afirma uma manifestante.

A correspondente da Euronews na capital ucraniana, Angelina Kariakina, fez o ponto da situação: “Os protestos em Kiev foram reforçados pelos estudantes. Anunciaram que vão regressar às aulas assim que souberem o resultado da cimeira em Vílnius. Se a Ucrânia não não assinar o acordo de associação, os estudantes não excluem a hipótese de ficarem indefinidamente em greve”.