Última hora

Última hora

Ucrânia: Polícia carrega contra manifestantes e Iulia Timochenko inicia greve de fome

Em leitura:

Ucrânia: Polícia carrega contra manifestantes e Iulia Timochenko inicia greve de fome

Tamanho do texto Aa Aa

Em Kiev, a polícia dispersou milhares de manifestantes pró-europeus que protestavam contra a recusa do governo ucraniano assinar um acordo de associação com a União Europeia.

A carga policial foi particularmente violenta quando a polícia de choque teve de proteger uma carrinha suspeita de albergar agentes que intercetavam as comunicações naquela zona.

Entretanto, através da televisão, o presidente Viktor Ianoukovitch apelou à paz e à calma no país, após os vários protestos verificados nos últimos dias.

“Ninguém roubará o nosso sonho de uma Ucrânia de oportunidades iguais, de uma Ucrânia europeia. Tal como ninguém nos afastará do caminho que nos levará a esse sonho”, afirmou o Presidente ucraniano.

Perante os manifestantes pró-europeus concentrados no centro de Kiev o advogado de Iulia Timochenko leu uma carta da ex-primeira-ministra dirigida aos seus apoiantes:

“…Como sinal de unidade e solidariedade com todos os que lutam nas ruas da Ucrânia e em todo o mundo, inicio uma greve de fome indefinida exigindo que Ianoukovitch assine os Acordos de Associação e Livre Comércio com a União Europeia…”

Líder da oposição, Iulia Timochenko está a cumprir uma pena de sete anos de prisão por abuso de poder.

Está na em Kiev? Envie comentários, fotos e vídeos para testemunhar para: witness[at]euronews.com