Última hora

Última hora

Drones procuram cadáveres nas Filipinas

Em leitura:

Drones procuram cadáveres nas Filipinas

Tamanho do texto Aa Aa

Nas Filipinas, estão a ser usados drones para recuperar os cadáveres fruto da passagem do tufão Haiyan pelo centro do país.

Três semanas depois, as autoridades fixam em cerca de 2000 o número de desaparecidos e em mais de 5,500 os mortos.

Certo é que a devastação não facilita o trabalho das equipas de resgate, agora, auxiliadas em Tacloban por tecnologia de ponta.

“Retirar os corpos de determinadas zonas nem sempre é fácil e este sistema permite estudar as melhores alternativas em termos de acessos para facilitar a tarefa”, refere Liam Dawson, da empresa fornecedora.

Aos poucos e poucos os filipinos tentam recompor-se daquele que já foi considerado um dos maiores desastres naturais na história do país.

O Tufão afetou cerca de 10 milhões de pessoas. Os especialistas estimam que vão ser precisos 10 anos para pôr de pé tudo aquilo que o Haiyan destruiu.

O Governo fala de prejuízos superiores a 400 milhões de euros.

Os sobreviventes têm fome e à falta de dinheiro é com senhas dadas pelo executivo que muitos conseguem alimentos. Ainda, assim, garantem estão longe de dar resposta às necessidades.

  • Philippines after Haiyan

    Tacloban. Anadolu agency

  • Tacloban. Anadolu agency

  • Tacloban. Anadolu agency

  • Tacloban. Anadolu agency

  • Tacloban. Anadolu/ Save the Children

  • Dumalog. Anadolu/ Save the Children

  • Dumalog. Anadolu/ Save the Children

  • Dumalog. Anadolu/ Save the Children

  • Dumalog. Anadolu/ Save the Children

  • Dumalog. Anadolu/ Save the Children

  • Dumalog. Anadolu/ Save the Children