Última hora

Última hora

Croatas referendam definição de casamento

Em leitura:

Croatas referendam definição de casamento

Tamanho do texto Aa Aa

O casamento é uma união entre um homem e uma mulher. Esta é a definição que mais de 740 mil croatas querem ver na constituição e por isso apelaram ao referendo que se realiza este domingo. A questão divide o país, apesar de mais de 90 por cento dos quatro milhões e quatrocentos mil croatas se declararem católicos.

Este sábado realizou-se em Zagreb uma marcha contra o referendo, que na prática quer proibir o casamento homossexual.

“Eu estou aqui para apelar aos eleitores para votarem Não. Esta é uma matéria que não cabe na constituição. Deve existir a possibilidade da sociedade progredir sem ser obstruída. Em tempos de crise económica, devíamos estar a discutir os direitos do trabalho” – afirmou um participante.

A campanha referendária foi lançada pelo grupo católico “Em nome da família” e é apoiada pelo principal partido da oposição, os conservadores do HDZ. A coligação de centro-esquerda no poder é contra a definição de casamento proposta pelos subscritores do referendo.

O casamento homossexual não é autorizado na Croácia, mas os conservadores querem impedir essa eventualidade. O governo está a preparar uma legislação que permite o reconhecimento das uniões de facto entre pessoas do mesmo sexo.