Última hora

Última hora

Glasgow de luto em dia de festa nacional. Helicóptero que se despenhou na sexta-feira foi temporariamente retirado dos céus no ano passado

Em leitura:

Glasgow de luto em dia de festa nacional. Helicóptero que se despenhou na sexta-feira foi temporariamente retirado dos céus no ano passado

Tamanho do texto Aa Aa

24 horas depois da tragédia, prosseguiam noite adentro os trabalhos de resgate da queda de um helicóptero da polícia sobre um bar particularmente apinhado de pessoas, numa sexta-feira, véspera do dia de St. Andrew, o patrono da Escócia. O luto cobriu Glasgow no dia da festa nacional com as bandeiras colocadas a meia haste.

Um deputado trabalhista escocês relata como os clientes do ‘pub The Clutha’ formaram “uma espécie de cordão humano” que acabou por permitir transportar quase imediatamente para o hospital 32 feridos da tragédia.

O balanço mais recente dá conta de 8 mortos e 14 feridos em estado grave. Os três tripulantes do Eurocopter EC 135 T2 morreram.

A Bond Air Services, que aluga estes helicópteros, retirou temporariamente no ano passado toda a frota do ar, depois de terem sido detetados problemas no eixo do rotor do EC 135.

O fabricante Eurocopter ainda não conseguiu identificar a causa do defeito e já enviou uma equipa de investigação para o local onde as pessoas ainda procuravam por familiares de que não têm notícia e recordam com emoção o choque após a tragédia que o primeiro-ministro, Alex Salmond, classificou de “dia negro para Glasgow e para a Escócia”.

A equipa da Eurocopter irá ajudar as autoridades aeronáuticas na investigação que foi aberta ao acidente.