Última hora

Última hora

Lusofonia de luto: Não há sobreviventes da queda do voo TM 470 da LAM

Em leitura:

Lusofonia de luto: Não há sobreviventes da queda do voo TM 470 da LAM

Tamanho do texto Aa Aa

33 Pessoas morreram na queda do avião das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) que fazia a ligação entre Maputo e Luanda.

Entre as vítimas mortais estão 10 moçambicanos, 9 angolanos, 5 portugueses e 1 luso-brasileiro para além dos 6 tripulantes.

O Embraer 190 despenhou-se no Parque Nacional de Nwabwata, no norte da Namíbia, ao início da tarde desta sexta-feira.

O acidente com o voo TM 470 da LAM em ‘codeshare’ com a angolana TAAG levou o Presidente moçambicano, Armando Guebuza, a convocar um Conselho de Ministros extraordinário para este sábado. O presidente português, Cavaco Silva, já enviou uma mensagem de condolências às famílias das vítimas.

A companhia aérea moçambicana está proibida de voar no espaço aéreo europeu desde 2011, por razões de segurança