Última hora

Última hora

Ucrânia: Klitschko promete relançar acordo com a UE se for eleito em 2015

Em leitura:

Ucrânia: Klitschko promete relançar acordo com a UE se for eleito em 2015

Tamanho do texto Aa Aa

De regresso de Vilnius, os líderes da oposição ucraniana juntaram-se aos protestos contra o poder na capital ucraniana.

Adversário declarado do presidente Ianukovitch para as presidenciais de 2015, o ex-campeão de boxe e líder do partido Oudar, Vitali Klitschko, diz que “estão todos muito desiludidos, porque não querem perder o seu sonho. Depois de ter falhado [a assinatura do acordo com a União Europeia], o governo e o presidente devem demitir-se, é isso que pede o povo”.

Klitschko prometeu assinar o acordo com Bruxelas em 2015, se for eleito.

A cantora e ex-deputada Ruslana diz que não acredita em Ianukovitch, mas acredita que “o povo ucraniano pode mudar o país”.

Unida desde os primeiros indícios de que o poder ucraniano iria virar as costas à Europa, a oposição promete manter-se mobilizada.

O correspondente da euronews em Kiev, Sergio Cantone, afirma que “com os líderes da oposição de regresso de Vilnius, as manifestações revestiram-se de um claro caráter político. A polarização entre pró e antieuropeus será o principal tema da campanha para as próximas eleições presidenciais, que deverá ter início já na primeira metade de 2014”.