Última hora

Última hora

Ianukovitch: "Qualquer paz, mesmo má, é melhor que uma guerra boa"

Em leitura:

Ianukovitch: "Qualquer paz, mesmo má, é melhor que uma guerra boa"

Tamanho do texto Aa Aa

Viktor Ianukovitch procura acalmar os ânimos na Ucrânia em revolta e apelou ao respeito das leis. “Não importa se são autoridades, forças da ordem ou participantes nas ações. Todos devem obrigatoriamente cumprir a lei”, declarou o presidente numa entrevista, em russo, transmitida por vários canais de televisão ucranianos, esta segunda-feira.

Ianukovitch afirmou que “qualquer paz, mesmo má, é melhor que uma guerra boa” e considerou que as manifestações são a prova que “todos têm o direito e a possibilidade de expressar os seus pontos de vista”.

O presidente ucraniano criticou a ocupação de vários edifícios administrativos, mas também a ação da polícia: “Podemos dizer que na noite de sexta para sábado as forças de segurança foram longe demais”, declarou.

Apesar do clima de revolução que se vive, em especial nas ruas de Kiev, Ianukovitch deixou claro que não vai alterar a agenda oficial. Esta terça-feira, o presidente ucraniano parte para uma visita de Estado à China.