Última hora

Última hora

Jogador "refém" no Qatar regressa a França

Em leitura:

Jogador "refém" no Qatar regressa a França

Tamanho do texto Aa Aa

O jogador francês Zahir Belounis não desiste do processo contra o clube do Qatar Al Jaish, onde joga, mesmo se pôde finalmente regressar a França, depois de ter estado retido no emirado desde junho do ano passado.

Belounis, de 33 anos, joga no Al Jaish desde 2007 e está a viver um verdadeiro pesadelo. O clube deve-lhe dois anos de salário.

Mais do que atacar o clube, Belounis ataca as condições de trabalho e o sistema que permite às autoridades impedir os estrangeiros de deixar o país em caso de conflitos como este: “A minha luta não é contra o Qatar, é contra o meu clube. Com certeza que quero também falar sobre o sistema, o sistema matou-me, destruiu-me. Não vou de forma alguma defender esse sistema. Ainda não acredito que estou de regresso a França. Todos os dias me sinto melhor, mas preciso de tempo para me sentir a 100%”, disse o jogador.

Este é mais um golpe para o Qatar, depois das denúncias da Amnistia Internacional sobre as condições de trabalho dos operários que trabalham nos estádios do Mundial de 2022.

Belounis não é um caso isolado. Segundo o sindicato francês dos jogadores profissionais, há dois marroquinos, que jogaram em clubes franceses antes de irem para o Qatar, que estão na mesma situação.