Última hora

Última hora

Tailândia: ordem de prisão contra líder dos manifestantes

Em leitura:

Tailândia: ordem de prisão contra líder dos manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

Ordem de prisão não intimida o líder dos manifestantes que estão a abalar a Tailândia. Um tribunal emitiu um mandado de captura contra o ex-vice-primeiro-ministro, Suthep Thaugsuban, por “insurreição”, crime punido com a pena de morte ou prisão perpétua.

Os manifestantes acusam de corrupção o governo da primeira-ministra, Yingluck Shinawatra, irmã do antigo chefe de governo, Thaksin Shinawatra, deposto pelos militares em 2006.

“O mais provável é ser detido, mas eu, Suthep Thaugsuban, nunca irei fugir como Thaksin fez, que fugiu de uma sentença de prisão para o estrangeiro”, declarou Suthep Thaugsuban, perante uma multidão.

O conflito acentuado pela violência deixa vincada a histórica fratura da sociedade tailandesa entre a maioria rural do norte do país – que apoia os Shinawatra – e a elite urbana próxima da monarquia e dos militares.

Depois de uma reunião com a primeira-ministra, o líder dos manifestantes alertou que o executivo tem que devolver o poder ao povo e que não há negociações possíveis.

Em Banguecoque, a polícia tem recorrido a canhões de água, gás lacrimogéneo e balas de borracha para conter a multidão em fúria, determinada a derrubar o governo.

Há o registo de vários feridos.