Última hora

Última hora

Ucrânia: Manifestantes reclamam libertação de nove detidos

Em leitura:

Ucrânia: Manifestantes reclamam libertação de nove detidos

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de ucranianos deslocou-se até ao tribunal que ordenou a detenção, por dois meses, de nove pessoas. Os manifestantes tinham sido presos no domingo, durante a repressão dos protestos em Kiev, na Ucrânia. Familiares e amigos dizem que os detidos precisam de assistência médica depois de terem sido espancados pela polícia nas manifestações.

Um ativista explica: “Viemos cá para reclamar a libertação destas pessoas que foram detidas sem fundamento. Pedimos ainda que os polícias, juízes e procuradores que fabricaram o caso contra eles sejam responsabilizados”.

Os manifestantes alertam que a decisão do tribunal pretende desviar a atenção dos abusos das autoridades e dizem que os indivíduos foram julgados tendo como única testemunha um agente da polícia antimotim.

A correspondente da euronews em Kiev, Evgeniya Rudenko, conclui: “Ainda que a maior parte dos manifestantes se concentre na Praça da Independência, há grupos mais pequenos que se concentram em vários locais em Kiev como aqui, em frente ao tribunal. Neste caso é para dar apoio aos que foram detidos depois dos confrontos na capital”.