Última hora

Última hora

Schulz: "A porta da UE está aberta para todos os ucranianos"

Em leitura:

Schulz: "A porta da UE está aberta para todos os ucranianos"

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, reforçou a ideia de que a União Europeia tem a porta aberta para um acordo de associação com a Ucrânia, mesmo com um executivo que reprime violentamente os cidadãos.

“Temos dois tipos de interlocutores, o governo que representa o país, e os opositores, que também fazem parte da nação. Se deixar aberta a porta, tem que a deixar não apenas para uma parte, mas para as duas”, declarou.

E na opinião do enviado da União Europeia para a Ucrânia, Aleksander Kwasniewski, “temos um presidente democraticamente eleito e o seu mandato expira em 2015. Não podemos dizer, como políticos sérios ou parceiros sérios da União Europeia, que não aceitamos esse mandato”.

Entretanto, as três personalidades que encabeçaram a chefia do Estado no pós-União Soviética, anunciaram o apoio aos manifestantes antigovernamentais. São eles: Leonid Kuchma, Leonid Kravchuk e Viktor Yushchenko.