Última hora

Última hora

República Centro-Africana: Violência na capital faz pelo menos 300 mortos em dois dias

Em leitura:

República Centro-Africana: Violência na capital faz pelo menos 300 mortos em dois dias

Tamanho do texto Aa Aa

A violência na capital da República Centro-Africana nos últimos dois dias fez, pelo menos, três centenas de mortos. O número é avançado pela Cruz Vermelha local, no dia em que as forças francesas, mandatadas pela ONU, iniciaram as operações militares.
Paris já tem em Bangui perto de um milhar de soldados. As tropas francesas foram obrigadas a intervir ainda antes do voto da ONU, na quinta-feira, quando vários homens armados dispararam contra a população concentrada perto do aeroporto, onde busca refúgio.

“Não podemos ficar mais tempo no nosso bairro. Os seleka andam à nossa procura e matam crianças, homens e até mulheres. Não perdoam ninguém. Vimos aqui para ser protegidos pela França e não vamos embora. Vamos ficar aqui” – afirma uma residente de Bangui.

Os últimos dois dias foram os mais sangrentos na capital. Em março, a rebelião seleka, composta maioritariamente por muçulmanos, derrubou o presidente Bozizé. Entretanto o chefe dos revoltosos, que assumiu governo interino, perdeu o controlo dos chefes de guerra. Os bandos armados foram sendo reforçados por combatentes vindos de países como o Mali e o Sudão. Perante a violência e as pilhagens, a maioria cristã começou a organizar-se em milícias, ao mesmo tempo que os partidários do presidente deposto voltaram a pegar em armas.