Última hora

Última hora

França e União Africana reforçam contingente militar na República Centro Africana

Em leitura:

França e União Africana reforçam contingente militar na República Centro Africana

Tamanho do texto Aa Aa

A União Africana decidiu aumentar em seis mil o número de soldados na missão na República Centro-Africana, contra os 3.600 inicialmente previstos.

Nenhuma data foi fixada para o aumento desta força, que conta atualmente com 2.500 homens no local, mal equipados e mal treinados.

Após a ONU ter dado na quinta-feira “luz verde” à intervenção francesa na República Centro-Africana, a França reforçou o contingente no país em 1.600 efetivos, contra 1.200 anunciados pelo presidente francês, François Hollande.

“Será uma operação rápida e eficaz que deverá atingir todos os objetivos:
Desmantelar os grupos armados, criar estabilidade e preparar a realização de eleições livres e pluralistas no país”, afirmou Hollande.

Na míni cimeira africana que se realizou em Paris foi pedida a realização rápida de uma conferência
de doadores para responder à urgência humanitária.

Numa missão católica em Bangui que acolhe refugiados a situação é grave.

“O problema humanitário que temos é um problema sanitário porque não temos infraestruturas previstas para esta situação – não temos casas de banho. Quanto aos problemas de saúde, não temos medicamentos”, disse o padre Evitas, da Missão Dom Bosco.

Entretanto o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, alertou que é urgente evitar uma degradação da violência na República Centro-Africana.