Última hora

Última hora

Sul-africanos cantam Mandela

Em leitura:

Sul-africanos cantam Mandela

Tamanho do texto Aa Aa

Em Qunu, o povoado sul-africano onde Mandela passou a sua infância, os habitantes prepararam solenemente o regresso do mais ilustre habitante que será sepultado no dia 15 de dezembro na terra dos seus antepassados.

Esta mulher congolesa fala sobre as ações de Mandela na política na República Democrática do Congo (RDC): “Mandela foi um símbolo para o resto do continente africano. Por exemplo, na RDC, o meu país, quando havia guerra com Kabila, Mandela foi para negociar. Ele era um símbolo de paz. Ele desejava a paz para todos os países africanos.”

“Estamos aqui para honrar um homem incrível que eu acredito ter salvo a África do Sul”.

“O legado que ele deixou vai viver para sempre.”

Qunu será o centro do mundo no dia 15 de dezembro, quando os líderes mundiais assistirem ao enterro do Prémio Nobel da Paz 1993.

O enviado da euronews à Africa do Sul comenta:
“Os cânticos vão continuar ainda várias horas, próximo da última residência do antigo presidente Mandela. Daqui a poucas horas o Parlamento sul-africano vai homenagear Madiba, antes da grande cerimónia no estádio de futebol de Joanesburgo, onde em 2010 Nelson Mandela fez sua última aparição pública”.