Última hora

Última hora

Ucrânia prepara-se para mais um noite de protestos

Em leitura:

Ucrânia prepara-se para mais um noite de protestos

Tamanho do texto Aa Aa

A Praça Maydan, em Kiev, continua repleta de manifestantes que se preparam para mais uma noite de protestos.

No epicentro da contestação ao governo da Ucrânia, a polícia e a polícia de choque limitam-se a marcar presença.

No entanto, as forças da ordem desmantelaram as barricadas que os manifestantes tinham içado na avenida que conduz à sede do governo – aparentemente sem incidentes nem confrontos.

Uma calma a que não é alheia a presença de observadores estrangeiros, segundo Mustafa Nayem, jornalista e um dos organizadores do protesto: “O problema, para as autoridades, é a presença de políticos e diplomatas estrangeiros. Se perguntar às autoridades, vão responder que sim, talvez sejam obrigados a usar alguma força policial – mas não agora.”

Durante o dia, homens encapuzados efetuaram um ‘raid’ na sede do partido de Iulia Timoshenko, a líder da oposição, atualmente detida. O partido acusa a polícia, que nega qualquer envolvimento.

Aumenta assim a tensão entre o poder e a oposição, que continua a reclamar a demissão do presidente Vitor Ianukovich, acusado de afastar a Ucrânia da Europa.