Última hora

Última hora

A tensão continua ao rubro na Ucrânia

Em leitura:

A tensão continua ao rubro na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Sem violência nem incidentes, a polícia de choque ucraniana desmantelou, durante a tarde de segunda-feira, as barricadas que os manifestantes tinham içado, na véspera, na avenida que conduz à sede do governo.

Os ativistas, que há uma semana bloqueiam o acesso ao edifício, foram obrigados a deslocar-se para os passeios – para permitir a circulação, explicam as autoridades. Um polícia diz: “Estamos aqui para manter a ordem pública, de forma pacífica, como se vê, sem provocações. Só fazemos o nosso trabalho.”

Durante a manhã, o presidente Viktor Ianukovich anunciara-se disponível para se sentar à mesa com a oposição, que exige a sua demissão, após a recusa de assinar o Acordo de Associação com a União Europeia.

Também esta segunda-feira, homens encapuzados efetuaram um ‘raid’ na sede do partido de Iulia Timoshenko, a líder da oposição, atualmente detida.

Os servidores informáticos foram apreendidos e o ‘site’ do partido estava ‘offline’ ao final do dia.

O partido acusa a polícia, que nega qualquer envolvimento.

A Praça Maydan, em Kiev, epicentro da contestação, continuava repleta de manifestantes preparados para mais uma noite de protestos.