Última hora

Última hora

Uruguai rumo à legalização da produção, consumo e venda de marijuana

Em leitura:

Uruguai rumo à legalização da produção, consumo e venda de marijuana

Tamanho do texto Aa Aa

O Uruguai está prestes a aprovar uma lei que o tornará o primeiro país a legalizar o consumo, a produção e a compra de marijuana.

O senado vota esta terça-feira o diploma e, ao que tudo indica, ele será aprovado.

A medida não é pacífica. As críticas surgem de todos os setores da sociedade. Mas com a determinação que o carateriza, o presidente José Mujica, não se deixa intimidar e explica o objetivo da lei:
“O que queremos é controloar o vício e a dependência. Para atacá-los pela parte do mercado, de forma a que os traficantes de marijuana desistam porque o Estado vende mais barato e controla tudo. Em vez de combatermos pelo lado da repressão, combatemos pelo mercado”.

Há quem veja virtudes nesta perspetiva do problema, mas a maioria só vê os defeitos, como a deputada do Partido Nacional, Verónica Alonso:
“Este projeto é muito particular e se analisarmos com cuidado, não vai resolver o problema do tráfico de droga, porque se isto é uma solução, daqui a pouco estaremos a falar de legalização da cocaína que é, de facto, o mercado mais importante”.

Se a medida for aprovada, os consumidores, maiores de 18 anos, serão atorizados a cultivar seis plantas de cannabis por ano em casa e a comprar 40 gramas por mês, nas farmácias do Estado.

As farmácias não veem com bons olhos este comércio e a maioria da população não aprova a medida.

O presidente promete revogar a lei, se a experiência não for positiva.