Última hora

Última hora

Pilhagens: um rastilho na Argentina

Em leitura:

Pilhagens: um rastilho na Argentina

Tamanho do texto Aa Aa

Na Argentina, as pilhagens e a violência estendem-se, agora, a diferentes zonas do país.

Os distúrbios começaram há uma semana no norte depois de a polícia de Córdoba ter iniciado uma greve para exigir melhores salários. Um exemplo seguido noutras regiões e que já provocou nove mortos e dezenas de feridos.

Comida, roupas e eletrodomésticos foram ser saqueados em 20 províncias do país. A ministra da Justiça fala de pilhagens organizadas e promete uma resposta firme.

Parte dos agentes já regressou ao trabalho depois de os sindicatos do setor e o executivo terem chegado a um acordo. Ainda, assim, são muitos os que mantêm o protesto numa altura que o país assinala três décadas de democracia.

A insegurança tomou conta da Argentina. Os comerciantes tentam organizar-se para proteger o que ficou nas prateleiras.