Última hora

Última hora

Ucrânia começa a libertar detidos

Em leitura:

Ucrânia começa a libertar detidos

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, as autoridades já começaram a libertar alguns dos detidos após os confrontos de 1 de dezembro.

No exterior do tribunal, esta quarta-feira, os manifestantes gritaram palavras de ordem exigindo uma decisão.

Os manifestantes acusam as autoridades de terem detido pessoas de forma aleatória incluindo indivíduos que não se envolveram nos confrontos.

Entrevistada pela Euronews, Yana, namorada de Mykola Lazareskyi, um dos detidos, afirma ter em sua posse imagens tiradas por um fotojornalista onde se pode ver que o seu namorado foi detido longe do local onde ocorreram os confrontos. Por que razão ele foi detido, ela não sabe, afirma.

Alguns detidos foram libertados enquanto outros permanecem em prisão domiciliária.

A violência instalou-se após o presidente Ianukovitch ter anunciado a intenção de criar uma união aduaneira com a Rússia, algo contestado por uma parte significativa da população que defende uma aproximação à União Europeia.