Última hora

Última hora

Antigo PM tailandês acusado de homicídio

Em leitura:

Antigo PM tailandês acusado de homicídio

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo primeiro-ministro da Tailândia foi constituído arguido por homicídio.

Abhsit Vejjajiva, do Partido Democrático, agora na oposição, é acusado de estar por trás das 20 mortes ocorridas em 2010, quando o exército disparou sobre manifestantes anti-governamentais.

Agora, é a atual primeira-ministra, Yingluck Shinawatra, que está sob pressão para deixar o país. Mesmo a dissolução do parlamento não acalmou os ânimos: “O governo está pronto para ouvir as diferentes opiniões e está aberto a discussões para encontrar a solução certa para a Tailândia. Há muitos grupos e organizações que querem participar, e lugares abertos ao público onde essas discussões podem ter lugar”, disse, numa comunicação ao país.

Em 2010, os apoiantes de Thaksin Shinawatra, o irmão mais velho de Yingluck, deposto por um golpe de Estado, tinham ocupado várias partes de Banguecoque. O governo, então presidido por Abhsit Vejjajiva, autorizou o exército a dispersar as manifestações. Agora, a tendência inverteu-se e é novamente a família Shinawatra que está a ser alvo dos protestos.