Última hora

Última hora

Itália: Movimento social de protesto estende-se a todo o país

Em leitura:

Itália: Movimento social de protesto estende-se a todo o país

Tamanho do texto Aa Aa

O movimento social de protesto em Itália vai já no quarto dia.

Em Ventimiglia, a fronteira entre a Itália e a França esteve esta quinta-feira por duas vezes bloqueada ao tráfego pelos manifestantes.

Os manifestantes interroperam a circulação quer na auto-estrada, quer na estrada nacional, nos dois sentidos.

O movimento de protesto, autodenominado “forconi”, que tem por símbolo uma forquilha, partiu da Sicília, de um grupo de agricultores preocupados com os impostos e com o desparecimento das pequenas explorações agrícolas e estendeu-se a todo o país e as todos os setores da sociedade.

Cidades como Turim, Milão, Florença, Palermo, assistem há vários dias a protestos que contam com a participação de camionistas, comerciantes, desempregados, estudantes, com o apoio de vários partidos da oposição

Em Roma, foram os estudantes que se manifestaram junto da universidade e acabaram por se envolver em confrontos com a polícia.