Última hora

Última hora

O teclado é uma coisa do passado?

Em leitura:

O teclado é uma coisa do passado?

Tamanho do texto Aa Aa

Especialistas na área da Internet e das nova tecnologias reuniram-se em Paris para a décima edição da Conferência “Le Web”.

A escrita é um hábito enraizado para muitos utilizadores mas várias empresas tentam desenvolver sistemas mais intuitivos.

O Siri da Apple reconhece a voz e é capaz de a reproduzir.

O programa foi apresentado em 2011 em três línguas inglês, alemão e francês embora muitas funcionalidade só estejam disponíveis nos Estados Unidos e em inglês.

A Google também está a investir na área das aplicações vocais, como refere um dos responsáveis da empresa.

“Estamos a tentar passar de uma interação baseada no teclado para uma interação natural, através da voz, posso perguntar coisas como por exemplo, como vai estar o tempo em Paris na quinta-feira e obter uma resposta dita de forma natural”, explica Scott Huffman.

Um dos fundadores da conferência Le Web, o francês Loic Le Meur, considera que as tecnologias ligadas à voz vão tornar-se cada vez mais comuns.

“A voz é a grande mudança, o teclado tem sido sobrevalorizado mas as crianças já não vão fazê-lo porque usam tablets. O futuro está na voz”, disse o responsável.

Photo credit: CC Flickr @cattias.photos