Última hora

Última hora

A lancheira do amor

Em leitura:

A lancheira do amor

Tamanho do texto Aa Aa

“The Lunch box” é um sucesso de bilheteira na Índia e chega agora ao cinema em várias cidades europeias.

O primeiro filme de Ritesh Batra é uma comédia romântica.

A intriga desenvolve-se a partir de um engano. Os Dabbawallahs, pessoas que entregam comida na Índia, vão dar uma lancheira à pessoa errada.

“Os Dabbawallahs são uma velha tradição de Bombaím com cento e vinte anos. têm uma relação orgânica com a cidade e representam uma profissão antiga. Vêm de uma aldeia nos arredores de Bombaim e a profissão passou de pai para filho. Eles entregam todos os os dias milhares de lancheiras enviadas pelas mulheres aos maridos que estam no trabalho e nunca se enganam”, explicou o realizador.

A comida preparada por uma jovem dona de casa vai parar às mãos de um homem viúvo. A partir daí os dois corações solitários vão alimentar uma relação epistolar.

Nimraut Kaur incarna o papel feminino.

“O mundo dela é muito pequeno. A cozinha é tudo para ela, é o escritório dela, é o local que lhe inspira um sentimento de pertença. É uma vida, uma existência, simples mas no fim ela afasta-se dessa personagem e apercebe-se que só há uma vida e que cada pessoa deve vivê-la como quiser”, contou Nimraut Kaur.

Durante a rodagem, a atriz estava quase sempre sozinha.

“Inspirei-me muito das cartas que estavam no argumento e tentei perceber por que razão ele e eu escrevíamos certas coisas. Os bocadinhos de histórias eram muito interessantes. Por isso estar sozinha não foi difícil, foi interessante. É um luxo raro que não acontece muitas vezes”, conta a atriz.

Para o realizador o sucesso do filme deve-se à universalidade do tema.

“Nas grandes cidades é possível estar sozinho no meio de uma multidão, é por isso que o filme diz muito aos espetadores. Pergunto-me frequentemente por que razão isso acontece. É um aspeto universal, por isso as pessoas identificam-se com o tema da solidão urbana”, disse o realizador.

“The Lunchbox” é uma co-produção entre a Índia, os Estados Unidos, a França e a Alemanha.

Após a estreia em Cannes e a apresentação em vários festivais, o filme chegou às salas de cinema europeias mas não tem data anunciada para Portugal.