Última hora

Última hora

Bruxelas propõe roteiro para assinatura de acordo com Ucrânia

Em leitura:

Bruxelas propõe roteiro para assinatura de acordo com Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

A proposta partiu do comissário europeu responsável pelo alargamento, Stefan Fuele, após um encontro esta quinta-feira com Serhiy Arbuzov, vice primeiro-ministro ucraniano.

A visita do alto funcionário ucraniano a Bruxelas tem lugar após várias semanas de protestos em Kiev.

No final de Novembro, o presidente Viktor Yanukovich anunciou favorecer uma aproximação a Moscovo em detrimento de um acordo aduaneiro com a União Europeia.

“Hoje acordámos que na base de um compromisso claro relativamente à assinatura do memorando de associação, vamos preparar um roteiro para a implementação deste acordo”, afirmou Stefan Fuele depois do encontro com Arbuzov.

Informações sugerem que as duas partes têm agora um mês para a discussão de 14, questões ainda em aberto.

O vice primeiro-ministro foi entrevistado pela euronews em Bruxelas.

Serhiy Arbuzov adiantou que “o objetivo estratégico atual da Ucrânia é a integração na Europa. Estou aqui precisamente para que todos entendam esta posição. Não estou a trabalhar na integração com outras organizações e uniões. Quanto ao FMI, continuamos a discutir montantes precisos e calendários. No memorando falamos em 15 mil milhões de euros. As discussões continuam e o montante final ficará claro após a assinatura do memorando”.

Esta quinta-feira, o presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que o acordo aduaneiro com a Rússia permanecia em aberto adiantando que este ofereceria à Ucrânia vantagens económicas concretas.

Entretanto, nas ruas de Kiev os protestos continuam. Há quatro semanas que os manifestantes exigem que o governo de Yanukovich assine o acordo com a UE.