Última hora

Última hora

Norte-coreanos dizem apoiar execução do tio de Kim Jong-un

Em leitura:

Norte-coreanos dizem apoiar execução do tio de Kim Jong-un

Tamanho do texto Aa Aa

A notícia da execução de Jang Song Taek não deixou os norte-coreanos indiferentes. Perante as câmaras do regime, a população diz apoiar a decisão do líder Kim Jong Un de mandar executar o próprio tio.

Aos 67 anos, Jang Song Taek era considerado o número dois do regime de Pyongyang e mentor de Kim Jong Un.

Jang foi detido inesperadamente a semana passada e julgado por um tribunal militar por uma alegada tentativa de golpe de Estado contra o sobrinho.

“É um inimigo que se atreveu a ser suficientemente louco para tentar tomar o poder no nosso partido e ao nosso líder. E vejam o mal que fez na vida das pessoas. Só teve o que mereceu”, defende um habitante Pyongyang.

Outro norte-coreano vai ainda mais: “Para traidores deste tipo, que tentam destruir a nossa unidade sincera, a execução é demasiado branda. Deviam ser rasgados e deitados no caixote do lixo da História.”

E, de facto, isso já foi feito. A imagem de Jang foi apagada de todas as fotos e filmes oficiais do regime.

A execução de Jang, que preocupa Seul e Washington, é vista pelos analistas como a consolidação da tomada do poder de Kim Jong Un, após a morte do pai.