Última hora

Última hora

Ucrânia: Manifestantes aguardam reunião de alto nível em Kiev

Em leitura:

Ucrânia: Manifestantes aguardam reunião de alto nível em Kiev

Tamanho do texto Aa Aa

Já na quarta semana de contestação ao governo e ao presidente ucranianos, os manifestantes pró-europeus, no centro de Kiev, aguardam o resultado de uma reunião entre as autoridades máximas do país, um antigo presidente, lideres religiosos e outros políticos, incluindo da oposição, destinada a solucionar o impasse em que o país está mergulhado.

Uma grande manifestação está marcada para domingo. “Penso que não vamos estar por aqui durante muito mais tempo. No dia 17 de dezembro, o Presidente vai assinar um acordo de União contraditório com Vladimir Putin… ou talvez não. Penso que o dia 17 vai ser decisivo para todos nós”, diz um manifestante.

“O primeiro vice-primeiro-ministro Arbuzov, tal como todos os outros, fala demais e não devemos acreditar nele por causa da violência policial no dia 30 e no dia 3, na noite de terça para quarta-feira. Por isso não devemos acreditar neles”, argumenta uma jovem.

O governo ucraniano encontra-se numa encruzilhada. Prepara-se para assinar um acordo de união aduaneira no dia 17 com a Rússia, mas, pressionado pelas ruas, mantém vivas as negociações com a União Europeia, mesmo depois de ter rejeitado o acordo de associação, que devia ter sido assinado há duas semanas.

Na quinta-feira, em Estrasburgo, deputados europeus mostraram abertamente o apoio aos manifestantes pró-europeus, depois do parlamento ter condenado o que diz ser a pressão negativa da Rússia.