Última hora

Última hora

Ucrânia:Ianukovich admite concessões para colocar fim às manifestações

Em leitura:

Ucrânia:Ianukovich admite concessões para colocar fim às manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Ucrânia, Viktor Ianukovich, propôs, esta sexta-feira, suspender o uso da força pela polícia durante as manifestações contra o governo, que se arrastam há semanas em Kiev.

Ianukovich, que se reuniu pela primeira vez com a oposição e líderes da sociedade civil, propôs, ainda uma amnistia para os manifestantes que foram detidos nas manifestações.

A filha da antiga primeira-ministra, Iulia Tymoshenko, apelou à população para que se manifeste, no domingo, exigindo a demissão do executivo. “Se conseguimos permanecer pacíficos e legítimos, até agora, podemos continuar a fazê-lo. Com um maior número de pessoas temos mais hipóteses de alcançar uma vitória pacífica e legítima,” assegura Ievhenia Tymoshenko.

Para a próxima terça-feira está marcada mais uma reunião entre o governo, a oposição e os líderes da sociedade civil com o objetivo de se alcançar um consenso que permita colocar um fim à crise política que se instalou no país.

As manifestações contra o executivo começaram depois de a Ucrânia ter rejeitado o acordo de associação com a União Europeia.