Última hora

Última hora

Regresso triunfante de Bachelet à presidência do Chile

Em leitura:

Regresso triunfante de Bachelet à presidência do Chile

Tamanho do texto Aa Aa

Michelle Bachelet venceu as eleições presidenciais no Chile. A candidata socialista arrecadou cerca de 62 por cento dos votos. Uma confortável vitória face à rival de direita Evelyn Matthei, que se ficou por cerca de 37 por cento dos votos.

Bachelet conquistou assim o melhor resultado em qualquer presidencial chilena desde o fim da ditadura, há quase duas décadas e meia.

“Uma vitória que”, diz, “não é pessoal, mas sim um sonho coletivo. São as vozes dos cidadãos que se fizeram ouvir nos últimos meses e que desfilaram nas ruas durante anos, exprimindo as suas exigências com coragem e que definiram ambições e um caminho para o país”.

No discurso de concessão, a candidata derrotada fez questão de agradecer aos apoiantes. Matthei felicitou a rival e desejou-lhe “um grande sucesso”.

Bachelet volta assim à presidência, sucedendo a Sebastián Piñera, que a tinha substituído na chefia do Estado há quatro anos.

A segunda volta das presidenciais chilenas registou uma abstenção de 59 por cento, a mais alta desde o regresso à democracia depois da ditadura de Augusto Pinochet.