Última hora

Em leitura:

Fechar modelo da união bancária é a prioridade na cimeira da UE


A redação de Bruxelas

Fechar modelo da união bancária é a prioridade na cimeira da UE

Cinco anos depois do eclodir a crise financeira, a união bancária começa a tomar forma e é o tema dominante da cimeira de inverno da União Europeia.

O modelo de supervisão e resgate de bancos em risco de falência deve ser concluído, esta quarta-feira, pelos ministros das Finanças, para ser apresentado aos líderes dos 28 países que se reúnem, quinta e sexta-feira, em Bruxelas.

“Sem a união bancária não haverá fim para a crise económica. Sem ela não haverá confiança entre os bancos, o que bloqueia a transferência de dinheiro para a economia real. A união bancária é a prioridade”,refere o líder dos eurodeputados liberais, Guy Verhofstadt.

Na mesa das negociações dos chefes de Estado e de governo estão também uma análise das medidas para o crescimento e emprego, um plano para reforçar a indústria da defesa e a crise na Ucrânia.

O eurodeputado alemão dos Verdes Sven Giegold tem baixas expetativas e disse à euronews que “será apenas conversa fiada. As questões importantes não estão em cima da mesa. Há seis meses prometeram que esta cimeira tomaria uma decisão contra a evasão fiscal, mas desapareceu da agenda. Também deixaram cair o grande plano para reerguer a zona euro”.

Espera-se também que seja oleado o chamado motor franco-alemão, com Angela Merkel à frente de uma grande coligação para comandar os destinos de Berlim e, em grande medida, de Bruxelas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Os desafios da linguagem gestual debatidos no Parlamento Europeu