Última hora

Última hora

Rússia e Ucrânia fazem acordo milionário

Em leitura:

Rússia e Ucrânia fazem acordo milionário

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia vai comprar mais de 11 mil milhões de euros em títulos da dívida ucraniana e baixar as tarifas do gás. É esse o resultado do acordo agora assinado entre os dois países.

A Ucrânia encontrou assim uma forma de se associar à Rússia sem ser através da assinatura do acordo aduaneiro, alvo das maiores manifestações dos últimos tempos na Ucrânia.

Este acordo não deixa de ter pesadas consequências para a Ucrânia, como lembra Ihor Burakovsky, analista económico: “Com esta oferta, a Rússia torna-se no maior credor internacional da Ucrânia, com todas as consequências que isso implica. Por definição, estamos a perder a nossa soberania, estamos a tornar-nos um país altamente endividado, com grandes consequências políticas, mas endividados de um só credor, que é a Rússia”.

Em Kiev, continuam os protestos. Vitaly Klichko, antigo campeão de boxe e líder do partido UDAR, é uma das principais vozes da oposição ao presidente Viktor Yanukovich: “Esperamos que nada disto tenha sido feito de forma a comprometer as infraestruturas estratégicas da Ucrânia. Se for assim, isso implica consequências negativas e ficaremos dependentes em relação ao nosso vizinho a Leste”.

As manifestações de agora são as maiores desde a “Revolução Laranja” de 2004. Os manifestantes querem que a Ucrânia assine um acordo de associação com a União Europeia. O governo de Yanukovich tem medo que esse acordo possa minar as relações com a Rússia.