Última hora

Última hora

Amnistia a Khodorkovski: 'Prenda' de Natal ou 'presente envenenado' de Putin?

Em leitura:

Amnistia a Khodorkovski: 'Prenda' de Natal ou 'presente envenenado' de Putin?

Tamanho do texto Aa Aa

Terá Mikhail Khodorkovski pedido perdão a Vladimir Putin, a poucos meses de ser libertado, ou a amnistia do ex-magnata do petróleo, que passou os últimos 10 anos na prisão, é uma manobra do Kremlin para calar os consideram o ex-patrão da ‘Yukos’ como um “preso político”?

O anúncio do perdão presidencial apanhou todos de surpresa. Nos 10 anos que leva atrás das grades, nunca Khodorkovski pediu clemência ao senhor do Kremlin.

Segundo uma antiga advogada da ‘Yukos’, “está tudo a acontecer ao mesmo tempo, em vésperas dos Jogos Olímpicos, o que terá jogado um papel importante, porque muitos líderes estão a recusar vir” à Rússia e esta decisão vai dar uma imagem diferente do país.

A inesperada ‘prenda’ de Natal de Putin, que também abre o caminho para a libertação das duas cantoras do grupo Pussy Riot e para o fim do processo contra os ativistas da Greenpeace, é associada nas ruas de Moscovo a uma tentativa do presidente para evitar o “fracasso” dos Jogos de Sochi, mas também há quem afirme que Khodorkovski “devia continuar na prisão porque estava a roubar a Rússia”.

Khodorkovski ousou enfrentar Putin e acabou condenado por fraude e evasão fiscal. Será que agora terá vontade de entrar na política e ser o homem forte que a oposição russa precisa desesperadamente?