Última hora

Última hora

Bolsas sobem com decisão da Reserva Federal norte-americana

Em leitura:

Bolsas sobem com decisão da Reserva Federal norte-americana

Tamanho do texto Aa Aa

Os mercados europeus reagem de forma muito positiva à decisão da Reserva Federal (FED) norte-americana de reduzir gradualmente o programa de estímulos.

A meio do dia, as bolsas, à exceção de Lisboa, ganhavam acima de um por cento e, em alguns casos, registam o melhor desempenho dos últimos dois meses. Hong Kong fechou em forte queda, enquanto Tóquio subiu 1,7%.

O mercado esperava a decisão da FED há vários meses. Para o analista Robert Halver “o mistério terminou. Os investidores poderão deixar de imaginar cenários. Sabemos agora quais são os factos. Em segundo lugar, a redução vai ocorrer em pequenas doses. Reduzir em dez mil milhões de dólares por mês a compra de ativos não é assim tão mau”.

Em janeiro, a FED reduz para 75 mil milhões de dólares o montante mensal de compra de ativos, face às melhorias sentidas na economia. O programa de estímulos está em vigor há 15 meses. O banco central vai manter as taxas de juro baixas a longo prazo.