Última hora

Última hora

EUA tentam pôr água na fervura em conflito diplomático com a Índia

Em leitura:

EUA tentam pôr água na fervura em conflito diplomático com a Índia

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos pediram desculpa pelo tratamento dispensado à cônsul-adjunta indiana em Nova Iorque, Devyani Khobragade, que foi detida, na semana passada, quando deixava a filha na escola. Foi algemada e sujeita a revista corporal, por ser suspeita de fraude de um visto e de ter prestado declarações falsas.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, telefonou ao Conselheiro de Segurança Nacional da Índia, Shivshankar Menon, como revelou a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Marie Harf: “Como pai de duas filhas praticamente com a mesma idade, o Secretário entende o mal estar que os acontecimentos que seguiram as detenções provocaram e na sua conversa com o Conselheiro de Segurança Nacional da Índia, lamentou o sucedido e manifestou a sua preocupação para que este infeliz incidente público não prejudique as nossas relações próximas e vitais com a Índia”.

A detenção e revista corporal de Devyani Khobragade causou indignação na Índia. A polícia de Nova Deli removeu mesmo as barreiras de proteção da embaixada dos Estados Unidos.

A população também manifestou o seu repúdio pelo tratamento dispensado à cônsul-adjunta indiana, que foi libertada sob caução.