Última hora

Última hora

Putin explica apoio financeiro à Ucrânia como ajuda a país irmão

Em leitura:

Putin explica apoio financeiro à Ucrânia como ajuda a país irmão

Tamanho do texto Aa Aa

Ajudar um país irmão foi o único motivo que, segundo Vladimir Putin, levou a Rússia a conceder um apoio financeiro à Ucrânia. A ajuda equivalente a 11 mil milhões de euros e a descida do preço do gás vendido aos ucranianos foram os primeiros temas das perguntas dos jornalistas, na nona conferência de imprensa de Putin enquanto chefe de Estado.

“Isto não está de todo relacionado com os protestos em Kiev ou com as conversações da Ucrânia com a União Europeia. Apenas vimos que a Ucrânia está em apuros e entendemos que devíamos ajudar”, frisou. Mas Putin realçou que se a Ucrânia se associar com a União Europeia terá de tomar medidas para proteger o seu mercado.

Outro dos temas abordado foi o sistema de defesa antimíssil que os Estados Unidos estão a construir na Europa: “Há uma parte importante de armas estratégicas dos Estados Unidos na periferia da Europa – o sistema antimíssil. Dissemos várias vezes que esse sistema é uma ameaça para nós, para o nosso potencial nuclear, e que estamos obrigados a reagir de uma forma ou outra”.

Mas o chefe de Estado negou que a Rússia tenha enviado mísseis Iskander para o enclave de Kaliningrado, como resposta ao sistema antimíssil. Disse que ainda não foi tomada uma decisão quanto ao possível envio.