Última hora

Última hora

Bruxelas: Ucrânia no centro da última cimeira europeia

Em leitura:

Bruxelas: Ucrânia no centro da última cimeira europeia

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia deixa as ambições da Ucrânia em aberto quanto a um possível acordo de associação com os vinte e oito. Na cimeira europeia em Bruxelas, os líderes europeus não limitaram um possível compromisso com o atual governo ucraniano, mas sim com quem o suceder.

O presidente da comissão europeia, Durão Barroso, deixou claro que nunca houve qualquer imposição que forçasse a Ucrânia a refugiar-se num compromisso com Moscovo.

“Em relação aos europeus e como o presidente do conselho já referiu, a proposta de um acordo de associação, incluindo a criação de uma área de comércio livre profunda e detalhada, foi precisamente isso: uma proposta e nunca uma imposição. E como já referimos em Vílnius, a União Europeia permanece empenhada em assinar o acordo”, declarou.

Em cima da mesa na cimeira, estão outros assuntos como a crise económico-financeira europeia ou o possível apoio à intervenção francesa na República Centro-Africana.