Última hora

Última hora

UE perde triplo "A" da S&P

Em leitura:

UE perde triplo "A" da S&P

UE perde triplo "A" da S&P
Tamanho do texto Aa Aa

Foi em plena cimeira que a União Europeia (UE) ficou a saber que perdeu a nota de “AAA” da Standard&Poor’s (S&P). A agência corta o “rating”, evocando receios sobre as discussões orçamentais entre os Vinte e Oito, que são cada vez mais longas e difíceis.

A ameaça de um corte pairava desde janeiro.

A degradação da “coesão europeia” coloca assim a nota da UE em “AA+”, com perspetiva estável. A nota e as perspetivas são as mesmas para os Estados Unidos. Já o Japão conta com um “AA-” e perspetiva negativa.

A decisão da S&P chega dois dias depois da zona euro ter chegado a acordo para a criação dos últimos pilares da União Bancária.

Bruxelas reagiu com desagrado. O primeiro-ministro belga, Elio Di Rupo, fala de “mera opinião de quem não viu chegar a crise”.

O certo é que os mercados não reagiram ao corte no “rating”. E o comissário europeu para os Assuntos Económicos, Oli Rehn, recorda que a UE ainda mantém o triplo “A” das agências Fitch e da Moody’s.