Última hora

Última hora

Repensar a prostituição no Canadá

Em leitura:

Repensar a prostituição no Canadá

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal canadiano declarou inconstitucionais todas as leis contra a prostituição e ordenou a alteração nos próximos 12 meses no Parlamento.

A decisão surge de uma queixa de mulheres ligadas à prática.

Uma associação contra a prostituição lamentou a decisão.

“Nós precisamos mesmo é de introduzir uma lei como em França ou na Suécia, que criminaliza a compra de sexo e que também criminaliza proxenetismo”, diz Janine Benedet, da Coligação das Mulheres pela Abolição da Prostituição.

As queixosas argumentaram que a legislação em vigor não permite realizar a atividade de uma forma segura.

A decisão do coletivo de juízes foi unânime. Cabe agora ao poder legislativo mudar as regras no prazo de um ano. Até lá, o enquadramento penal continua em vigor.