Última hora

Última hora

China Mobile abre maior carteira de clientes do Mundo à Apple

Em leitura:

China Mobile abre maior carteira de clientes do Mundo à Apple

Tamanho do texto Aa Aa

A Apple e a China Mobile acabam de fechar um acordo que demorou seis anos a concluir. Sem revelar os dados financeiros envolvidos, com o negócio a empresa norte-americana da maçã passa a estar representada em todos os grandes operadores de telecomunicações do planeta.

Para o maior operador móvel do Mundo, a China Mobile, o acordo representa uma forte aposta no mercado de utilizadores dos chamados “smartphones” (telemóveis inteligentes), recorrendo ao fabricante que domina o setor a nível mundial. Num mercado com mais de 1,2 mil milhões de utilizadores de telefones inteligentes – dominado pelos equipamentos da Samsung -, a China Mobile detém a maior fatia: mais de 760 milhões de utilizadores. Desses, 45 milhões já deverão utilizar um iPhone e, em 2014, a estimativas apontam para pelo menos mais 17 milhões de novos utilizadores do “smartphone” da maçã entre os clientes da China Mobile.

Até agora, os utilizadores de iPhone da China Mobile apenas podiam recorrer à rede de dados sem fios 2G, mais lenta e limitada do que a popular 3G já utilizada em boa parte do Mundo, nomeadamente em Portugal. A empresa, porém, é uma das três às quais o governo chinês deu autorização para explorar o novo segmento de redes de dados, a 4G, e com isso o número de clientes chineses a apostar num iPhone deverá disparar.

Os novos modelos de telemóvel da marca da maçã, o 5S e o mais básico 5C, lançados em setembro, já fizeram disparar as vendas da Apple na China (em outubro, 12 por cento dos utilizadores que compraram um “smartphone” escolheram um iPhone), onde a Samsung, através de modelos Android mais em conta, domina o mercado dos “smartphones”. Com este novo acordo, a China Mobile vai começar a disponibilizar aos seus clientes os novos iPhones, do exclusivo sistema operativo iOS, a meio de janeiro e, com o alcance da rede 4G a 340 cidades chinesas até final de 2014, é natural que a subida da Apple no maior mercado de telemóveis do Mundo se acentue ainda mais nos próximos meses e se aproxime dos números de vendas e utilizadores dos telefones inteligentes da Samsung.