Última hora

Última hora

Primeiro-ministro italiano confiante para 2014

Em leitura:

Primeiro-ministro italiano confiante para 2014

Tamanho do texto Aa Aa

2014 vai ser o ano da viragem em Itália. Esta é a convicção do primeiro-ministro Enrico Letta, que lidera o governo de Roma há oito meses. Na conferência de imprensa de fim de ano, o chefe do executivo de coligação, assente no Partido Democrata e nos dissidentes do partido de Berlusconi, mostrou-se bastante otimista.

“As tensões políticas estão a um nível máximo, mas estou certo que 2014 vai ser o ano da reforma institucional, uma reforma total e completa. Na conferência de imprensa de 2014 hei de comentar dados económicos diferentes e melhores e a reforma institucional vai estar feita.”

O primeiro-ministro saudou a mudança geracional na política italiana, com a chegada de quadragenários a cargos de topo. Letta afirmou que esta geração não pode falhar e não vai ter desculpas.

Mas a situação em Itália permanece preocupante. De acordo com a confederação patronal que reúne mais de 150 mil empresas, o PIB caiu 9,1 por cento desde 2007. Mais de sete milhões de pessoas estão totalmente ou parcialmente sem emprego. A taxa de desemprego oficial já ultrapassou os 12 por cento. Apesar do descontentamento estar a alastrar, as últimas manifestações em Itália têm tido uma adesão menor do que a esperada.