Última hora

Última hora

Turquia: Acusações de procurador aumentam pressão sobre Erdogan

Em leitura:

Turquia: Acusações de procurador aumentam pressão sobre Erdogan

Tamanho do texto Aa Aa

A remodelação governamental operada com o afastamento de mais de metade dos principais ministros de Tayyip Erdogan e a nomeação de dez novos governantes não ameniza os protestos gerados com o escândalo de corrupção que ensombra o executivo turco.

Esta quinta-feira, um procurador que tentou investigar pessoas próximas do Governo no âmbito deste caso denunciou a obstrução da polícia. Muammer Akkas alega que chegou a enviar às autoridades uma ordem de detenção de 30 suspeitos, havendo rumores de que entre eles estaria um filho de Erdogan, mas que tal não chegou a ser cumprido.

Em vez disso, Akkas acabou por ser afastado do cargo pelo procurador-geral de Istambul, Turhan Colakkadi, entre acusações de tomar decisões de livre iniciativa e de passar informações aos meios de comunicação social.

“Nada pode ser encoberto. Independentemente da autoria dos crimes, ou dos filhos envolvidos, não deixaremos que o poder judicial seja corroído. O que o poder judicial requerer será feito”, disse o procurador-geral de Istambul.

Para esta sexta-feira estão previstas grandes manifestações contra o Governo. Com a instabilidade política no país, a moeda turca já se ressente nos mercados internacionais de ações.