Última hora

Última hora

Governo sírio mata em Aleppo enquanto presidente escreve ao Papa

Em leitura:

Governo sírio mata em Aleppo enquanto presidente escreve ao Papa

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 20 pessoas morreram este sábado, na Síria, em consequência de um ataque aéreo em Aleppo, cidade que é controlada pelas forças da oposição ao regime do presidente Bashar al Assad.

Barris cheios de explosivos foram lançados de helicópteros alegadamente afetos ao governo de Damasco contra um mercado, provocando estragos e vitimas de forma indiscriminada em toda a zona circundante.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, pelo menos 25 pessoas terão morrido em consequência deste ataque, entre elas quatro crianças, um adolescente e uma mulher.

O ataque aconteceu, curiosamente, no dia em que o Vaticano anunciou ter recebido do presidente sírio uma carta privada para o Papa Francisco. A mensagem enviada por Bashar al Assad chegou ao Vaticano pelas mãos de uma delegação do governo de Damasco que foi recebida por Pietro Parolin, o secretário de Estado da Santa Sé.

Há poucos dias, no tradicional discurso de Natal, o Sumo Pontífice havia feito uma oração pelo fim do sofrimento do povo sírio e lançado um apelo às partes envolvidas pelo fim do conflito naquele país. Na mesma mensagem, o Papa pediu ainda para que fosse garantido o acesso de ajuda humanitária às vítimas do conflito sírio. Aguardam-se agora mais esclarecimentos sobre a carta endereçada ao líder da Igreja Católica pelo presidente Bashar al Assad.